A PARTIDA DE UM GUARDIÃO DE MEMÓRIAS

No último dia 21 fez um mês que perdemos o homem que, em sua simplicidade, e justamente com a sabedoria que só as pessoas simples têm, nos ajudou a localizar com precisão as ruínas da fazenda Poço dos Patos, reduto do capitão-mor Francisco Xavier Paes de Melo Barreto e onde nasceu o seu filho, o conselheiro Paes Barreto. Eloi José do Nascimento nasceu em 1926 na área da antiga fazenda, hoje dividida entre diversos sítios menores. Os vestígios da casa grande eram procurados por nós há quase 20 anos. Sem sua ajuda, certamente estaríamos nesta busca até hoje.

Eloi Bamba, como era conhecido, era um desses contadores da história de suas famílias e, com apenas um pouco de incentivo, falava com entusiasmo e certo orgulho de seus antepassados, de histórias que viveu e que ouviu de seus pais e avós. Ele nos deu informações preciosas, sobretudo a respeito da família Rufino de Melo, sendo um dos bisnetos de Manoel Rufino de Melo e Silva, de tradicional família que viveu na fronteira entre Pesqueira e o atual município de Sanharó.

Com a partida de tio Eloi Pesqueira perdeu um grande guardião de memórias. A ele nossas homenagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *