Pesqueira faz 132 anos de elevação à categoria de cidade

Embora a mudança de status de vila para cidade naquele 20 de abril de 1880 nada tenha mudado em Pesqueira, esta acabou sendo nossa data magna. Não canso de repetir que essa data em nada ajuda a divulgar Pesqueira como cidade histórica, convenhamos que 132 anos é muito pouco para um lugar que assim se diz. Fosse nosso aniversário comemorado em 13 de maio, quando em 1836 Pesqueira herdou oficialmente a sede do município de Cimbres, estaríamos comemorando seus 176 anos. E mais, se considerássemos nossa data magna como sendo a data de criação do município (que se deu em 3 de abril de 1762), estaríamos comemorando incríveis 250 anos!

Antiga Casa de Câmara e Cadeia
Foto: Oliveira do Nascimento

Nunca canso de lembrar que a elevação de Pesqueira a cidade nada tem a ver com emancipação política. Aliás, são coisas completamente diferentes. Emanciparam-se cidades como Arcoverde, Sanharó, Poção, Alagoinha, entre outras. Estas ganharam independência política de Pesqueira, município do qual deixaram de fazer parte. No caso específico de Pesqueira jamais houve emancipação, o que ocorreu foi apenas a mudança da sede do município em 1836, em 1880 mudou-se a categoria da sede do município, que deixou de ser vila para ser cidade, na prática nada sendo alterado. A prova disso é que desde 3 de abril de 1762 temos uma câmara de vereadores (senado que funcionou inicialmente em Cimbres) com seus membros e juiz ordinário. Em 20 de abril de 1880 nada foi mudado nessa estrutura, continuamos com a Câmara, seus vereadores e seu juiz ordinário. A figura do prefeito só apareceria oficialmente em Pernambuco com a Lei Estadual nº 52 de 3 de agosto de 1892, que tornava todos os municípios autônomos, fossem vilas ou cidades.
Oliveira do Nascimento
20 de abril de 2012.
132 anos da elevação de Pesqueira à categoria de cidade.
Veja mais detalhes sobre o assunto em:
MyFreeCopyright.com Registered & Protected Licença Creative Commons

Este artigo pertence ao Pesqueira Histórica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *